sexta-feira, 6 de abril de 2012

Mulher Gostosa - Alberto Carreteiro [P/ > 18 anos]

Ontem peguei uma mulher, 
mas que mulher.
A bunda ia quase até o pé.

O pé era tão lindo 
que me deixou sorrindo 
e de bicho em pé.

O peito realmente, 
realmente me deixou sem jeito.

O cabelo, 
ai meu Deus que pelo.

O cabelo bateu no meu rosto 
e me encheu com aquele cheiro 
de shampoo de acabou de sair do chuveiro.

Ela olhou pra mim 
e me senti devorado por uma gorda comendo pudim.

Ai ai ai se eu te pego.

Se eu te pego ia te chupar como um caramelo.

Ia te lamber 
como um sorvete que me faz ferver.
Ia realmente te fuder.
Fuder até o amanhecer, 
vai ver.

Cadela no cio, vadia, puta, gostosa, 
linda e esplendorosa. 

O macho xinga pois não sabes compreender 
como tanta beleza lhe faz amar e logo sofrer.

               
               Alberto Carreteiro - Niterói 2012